segunda-feira, 11 de julho de 2011

Métodos de criação do Canário timbrado espanhol

Saudações ornitológicas para todo(a)s!

Aos adeptos do canário timbrado espanhol , em relação ao treino dos mesmos deixo aqui a minha opinião e a minha experiência.
 
O treino para mim começa desde o nascimento das crias e do método que se usa para criar.

Existem dois métodos :


1º Método, consiste um macho para duas fêmeas onde existem muitos adeptos para o mesmo.

2º Método , consiste um casal que cria normalmente os seus filhotes até a separação realizada pelo criador.

No 1º Método a fêmea choca os ovos sozinha e cria os filhotes só, aqui na minha opinião a comunicação começa por falhar (falta do macho).

Neste método dizem pelo uso de várias fêmeas a variedade genética é maior, mas como disse anteriormente o macho falta. Na natureza os frigilideos criam em par e não é só a fêmea acriar os filhotes.

A vantagem deste método é criar mais e é um tiro no escuropara quem vai iniciar este passatempo.

Um tiro no escuro porque nem sempre a fêmea cria sozinha efica-se sem saber se o canário Macho é um bom progenitor.
Além disso a falta do macho na minha opinião vai influenciar o comportamento e o canto dos filhotes.
Isto é tornam-se mais nervosos com a presença humana e o seu canto é acelerado demais, para desfrutar do canto dos filhotes .
-O uso/manejar de uma fêmea numa gaiola sozinha cria ansiedade e um nível de preocupação elevado ao criador ( fica-se com duvidas do que se está a fazer).
Penso mesmo que quem cria, apenas com fêmeas e um ou dois bons cantores,está a contar com o espaço que tem , a contar com o numero de filhotes e com certeza com o tempo para se dedicar a este método.

Na minha opinião factor tempo é um aliado para quem pode o fazer ,dedicar-se de corpo e alma ao desenvolvimento das crias do ano desde o nascimento, a muda, ao repassar(cantarolar) até ao inicio do treino do canário timbrado espanhol , o seu treino é semelhante ao do roller e malinois.

 
O 2º Método
Na minha humilde opinião é o mais bonito e o mais interessante de observar por todos os motivos desde a aproximação do macho à fêmea e vice-versa.
A preparação do ninho realizado pelos dois ou só pela fêmea,o canto que o timbrado tem na época de acasalamento que é diferente no auge do seu canto.
(no primeiro método se o canário estiver com várias fêmeas pode não cantar) , o seu canto é diferente no inicio dos concursos.
Normalmente no timbrado a maturidade sexual e do canto é atingida aos 6 meses.

 
A comunicação/linguagem é mais forte e natural entre o casal e os futuros filhotes que vão receber de origem a linguagem e os comportamentos dos seus progenitores.
O canto na minha opinião é um canto calmo com uma dicção/timbre que se pode apreciar o canto dos jovens canários.

O interessante do timbrado espanhol é ser um cantor que necessita do criador e o criador dele.

 
Os 2 métodos usados podem levar ao mesmo objectivo que é ter um canário cantor pontuado em concursos ou simplesmente por gostar dos mesmos.

Cumprimentos
Pedro Boavida

Sem comentários:

Enviar um comentário

Valorização do canto - continuação

1.1. Timbres. Os timbres são giros/gorjeios de ritmo continuo e timbre ou sonoridade metálica, formados pela consoante “R” e a vogal “I” (ex...